melhores coisas #1 - Como aprender qualquer coisa mais rápido (e muito mais...) - Max Peters

melhores coisas #1 – Como aprender qualquer coisa mais rápido (e muito mais…)

Tenho dezenas de ideias todas as semanas.

A maioria são ruins.

Algumas são mais ou menos.

E poucas são boas.

Pretendo compartilhar com você, pelo menos as que passam do filtro de “mais ou menos”.

E não vou apenas compartilhar ideias, quero compartilhar tudo de melhor que pensei, li, criei, estudei, assisti, etc… durante a semana.

Para isso, criei uma newsletter, chamada de “Melhores Coisas”.

Toda semana, na segunda-feira, eu vou mandar ela diretamente no seu inbox, para que você já comece a semana com boas ideias e recursos.

Será algo experimental…

Eu vou me comprometer a escrevê-la toda semana, durante 6 meses.

Ou seja, vou criar no mínimo 25 dessas Newsletters.

Se eu gostar, continuo.

Se não, eu paro.

Mas pelo menos, você terá 25 versões dela, no seu inbox.

Eu mando diretamente no e-mail para quem está inscrito na minha lista especial.


Clique aqui para se inscrever na lista também.

 

Nesta semana, essas foram as melhores coisas que eu…

(Nota: vou compartilhar links em inglês; se você ainda não entende inglês, use o google tradutor).

Pensei 💡

Função de Forçar (Forcing Function).

É o nome de um dos meus modelos mentais preferidos. É basicamente uma maneira de forçar um resultado, ação ou comportamento.

Por exemplo, essa newsletter me força a ter ideias boas, a compartilhar o que eu leio, faço, experimento, crio e penso.

Me comprometer publicamente com ela, assim como fiz no começo desta news, me força a cumprir minha palavra.

Outros exemplos incluem:
– contratar um personal trainer para entrar na melhor forma possível;
– deixar o celular trancado numa gaveta e dar a chave para alguém, para forçar o foco;
– vender um produto não pronto, para forçar a construção dele, etc…

Que funções de forçar você pode implementar na sua vida?

Re-ler é ainda melhor que ler.

Eu já li bastante livros, então talvez faça mais sentido para mim.

Mas eu prefiro re-ler um livro bom, do que ficar lendo os mais novos que saem no mercado.

Outra regra também boa de seguir; quanto mais tempo um livro faz sucesso (digo, anos e anos mesmo), melhor ele tende a ser.

Pense em “como fazer amigos e influenciar pessoas“, por exemplo.

Um clássico de várias décadas atrás, que continua atual e útil como sempre foi.

Seja o mais específico possível com cada tarefa que for fazer.

Eu gosto de usar o Toggl para cronometrar tudo que eu faço.

Não porque eu gosto de contar quanto tempo trabalhei, mas simplesmente porque me obriga a pensar melhor sobre o que estou trabalhando.

Nele, eu escrevo o que vou fazer na sessão de trabalho.

(Eu defino sessão de trabalho simplesmente como “o tempo em que começo o cronômetro, e paro ele, sem poder sair da cadeira”).

Em vez de escrever “fazendo newsletter”, como estou fazendo agora, eu defino melhor a tarefa em “terminar a newsletter”.

Se eu estivesse criando anúncios, por exemplo, eu especificaria para “terminar o rascunho de 5 anúncios”.

Outra tática interessante que estou testando, é me dar uma recompensa no final de cada tarefa.

Então, dentro de um bloco de notas, eu escrevo: “terminar 5 anúncios para X”; e depois “como recompensa, vou fazer Y”.

No meu caso, como sou nerd, minha recompensa era ler artigos sobre inteligência humana.

Teste e me conta se funcionou.

Criei 📝

Essa newsletter.

Duh, mas já é um bom começo, né?

Uma imagem para mostrar como você deveria aprender sobre qualquer disciplina, ou traçar qualquer objetivo.

A maioria das pessoas tenta aprender uma disciplina, ou alcançar um objetivo, pensando nas táticas primeiro.

Essa abordagem é errada.

Vale muito mais a pena entender os princípios.

Falo isso desde 2017, quando ainda tinha uma start-up de fantasy game (de futebol).

Mesmo com muito menos dinheiro do que os concorrentes, nós tínhamos a plataforma com mais jogadores ativos.

(O negócio não deu certo no fim, mas essa é uma conversa para depois).

Foram os princípios também que nos levaram a fazer 10M em faturamento neste ano, mesmo fazendo o oposto (ou pelo menos, bem diferente), do que todo mundo faz.

Vendemos 8M em infoprodutos, sem fazer fórmula de lançamento, sem criar conteúdo para nossos especialistas, e em mercados que não sabíamos nada sobre.

Criamos um e-commerce do zero e levamos para mais de 3M de faturamento em menos de 6 meses – sem levantar um centavo em investimentos.

Exemplos não faltam, e tudo porque gostamos de pensar primeiro nos princípios.

Sim, táticas, técnicas e estratégias são muito importantes, mas quando você pensa primeiro nos princípios, você consegue criar seu próprio arsenal de técnicas e táticas, e forjar sua própria estratégia.

(Não fui eu de fato que criei esse conceito, mas não consegui nem encontrar no google por quem pensou dessa maneira, então resolvi recriar essa imagem)

Vou citar um exemplo, de quando lançamos a Copy Experts como agência, e conseguimos os primeiros clientes mesmo sem ninguém nos conhecer direito, e mesmo sem muita prova.

Princípios que usamos: prova social; algoritmo do facebook; oferta irrecusável.

Técnica: usar prova social em posts orgânicos.

Tática: criar um post oferecendo nossa análise gratuita de copy. Para a pessoa participar, ela precisava comentar “quero” – que por sua vez, faz o post a chegar a mais pessoas. Durante a call, apresentamos a análise de copy, e depois dela, oferecemos nosso serviço completo.

Seja lá qual for seu objetivo, ou disciplina que queira estudar, tente entender primeiro os princípios por trás dela.

O que você tem certeza que é verdade?

Que é perpétuo?

Quais são as coisas comuns que todo mundo parece fazer, e que parece não mudar?

O que é importante nessa disciplina?

Quais são as variáveis mais importantes dela?

Faça perguntas como essa para chegar nos princípios.

Uma pesquisa simples, que você precisa preencher 😉

Vamos montar formações para as posições que nós mesmos precisamos em nossas empresas.

Simplesmente porque está difícil demais achar as pessoas com as habilidades certas no mercado.

Qual dessas formações você mais gostaria de fazer?

Li 📚

Estou relendo-lendo vários livros ultimamente. Esses são alguns deles.

Onde os sonhos acontecem – Bob Iger

Autobiografia do CEO da Disney. Não precisa falar mais muita coisa né? Comprei o livro logo depois de assistir uma palestra antiga do Jeff Bezos, em que ele menciona o Bob Iger como um dos CEOs que ele mais admira. Na hora lembrei que já tinha lançado um livro e fui comprar.

100 Verdades que você vai aprender tarde demais – Luca Dellanna

O título é meio batido, mas o conteúdo é muito bom. Ainda estou no começo, mas já li suficientemente para poder recomendar.

Cartas de Shareholders do Jeff Bezos.

Essa semana estudei mais um pouco sobre o segundo homem mais rico do mundo. Ele não tem autobiografia, mas ele tem o histórico de cartas enviadas ao acionistas da amazon, desde que ela tem capital aberto na bolsa. É muito interessante ver a clareza de pensamento do Jeff, e como ele já pensava grande desde os primórdios da Amazon.

Experimentei 🔬

Meditar fazendo sauna.

Amo fazer sauna.

São inúmeros estudos científicos que apontam vários benefícios para a saúde.

O resumo, é que ela aumenta sua longevidade.

Faço também porque ela me relaxa, e me deixa pensar melhor (quando acompanhada de um banho gelado depois).

Nesta semana, pela primeira vez, eu resolvi meditar enquanto estava na sauna. Eu não sei meditar, então pelo menos tentei.

Para isso, simplesmente tentei focar na minha respiração (de olhos fechados).

Sempre que um pensamento via, uma ideia aparecia, eu tinha a imagem mental de deixar a idea passar na minha frente, e então, voltava a pensar na minha respiração.

Acho que funcionou. Me senti muito bem depois, e pretendo repetir essa rotina mais vezes.

Joguei 📱

Jogo de desbloquear o carrinho.


Não sou de jogar jogos, mas neste final de semana, eu e minha namorada baixamos um jogo no celular bem viciante. Não recomendo que você baixe, porque é viciante… Mas já considero melhor do que ficar mexendo no instagram por horas.

Esperando que tenha gostado da primeira edição do Melhores Coisas.

 

Encaminharam este link para você?

Clique aqui para se inscrever na lista também.

Quem é Max Peters?

Empreendedor, investidor, escritor, atleta e futuro músico.

Já tive/tenho alguns dos cursos mais vendidos do Brasil (em 3 mercados diferentes); o fantasy game diário mais jogado do Brasil; e-commerce que faz mais de 1M por mês; entre várias outras coisas.